Categorias
Romance

Dicas: Como superar o fim de um relacionamento (versão para homens)

Não importa quem entrou com o pé e quem entrou com o traseiro. Quando o fim chega é para ambos. Saber o momento de parar é usar o bom senso, afinal se acabou é porque existia de fato um motivo, tentar descobrir agora esse motivo, só vai deixá-lo mais confuso. Longe um do outro, você começa a ter uma noção mais clara do porquê desse fim, e isso demanda tempo.

02 – Chore longe de todos.

Que você vai chorar, isso é fato, o importante é saber onde chorar. De preferência, onde ninguém saiba que está se comportando como um idiota. Lá na frente você vai perceber o quanto foi ridículo lamentar-se tanto. E se quiser ainda ser aceito no meio dos amigos como um cara decente, pare de se lamentar o tempo todo.

03 – Queime tudo o que tem dela.

Fogueira

Quando digo todos os laços, são TODOS mesmo. Lembra daquela música brega que fala que “um fio de cabelo no paléto do sujeito o deixa em depressão”? Pois é a mesma coisa. Se um fio de cabelo tem esse poder, imagina fotos, lembrancinhas, cartinhas, etc… Jogue tudo fora ou doe para alguém bem distante. Sei que são muitos batulaques que um longo relacionamento junta, mas desfazer-se de TODOS é uma obrigação sua se quer mesmo esquecê-la. Sei que vai dizer: “Pô, mas nem aquele CD legal que ela me deu no meu aniversário?”. Bem, seja homem e desapegue-se de tudo.

4 – Não a tenha como amiga.

Essa eu acho que nem precisava comentar, mas tem uns mais desavisados… Meu amigo, se ela te chutou, ela pode até querer ser sua amiguinha e você cair como um trouxa, mas um dia ela vai te convidar para em café, e você vai lá todo esperançoso. Sabe o que ela vai te dizer? “- Então, agora que somos ‘amigos’ acho que posso me abrir com você… Lembra do Marcelo? Pois é estamos ficando e gostaria que me ajudasse a fazer ele se apaixonar por mim…”.
Meu amigo, tem coisa pior do que escutar os casinhos da ex que você ainda gosta? Então esqueça qualquer contato com a ingrata. Se tiver que atravessar um quarteirão para não esbarrar com ela, faça isso! Se tem filhos com ela, saiba separar bem as coisas, filhos não seguram casamento. Trate seus filhos com respeito e não transfira nenhuma mágoa sua a eles, afinal eles não têm culpa.

5 – Pare de pensar no que ela está fazendo ou pensando.

Ela provavelmente lembra de você somente para fazer comparações com as amigas, tipo: “- O meu atual é tão… Coisas que aquele grosso do meu ex nunca me fez, ainda bem que não estou mais com aquele traste!”.
Então, pare de pensar que ela está querendo voltar ou pensando no homem maravilhoso que você ACHA que foi para ela. Arrependimento? Sim, ela tem… O de não ter terminado contigo antes!

6 – Redes sociais…

Hoje em dia com todas essas redes sociais por aí, o fim do namoro virou um “BBB”. Todos sabem que acabou, porque acabou e sabe que sua ex já está desfilando com amiguinas novas e tirando fotinhas com aqueles carinhas que ela dizia que eram apenas colegas e achava até que eram gays.
Se quiser ser masoquista fique fuçando em tudo: face, orkut, msn e o que mais tiver. Só saiba de uma coisa… Quem procura acha ! E você, meu caro, descobrirá isso da pior maneira possível.
Seja um homem das cavernas, pelo menos nessa fase, e se desapegue de tudo isso. Há 10 anos atrás essa tecnologia toda não existia, e término de namoro era uma dor de cotovelo passageira. Agora o celular, as mensagem e as malditas redes sociais conspiram para que você se afunde ainda mais na sua depressão.

7 – Voltando à dica 5…

Você aí sofrendo horrores e imaginando a infeliz de bem com a vida. Já soube por outras pessoas que ela anda saindo muito, se divertindo com um sorriso de orelha a orelha. E aí vêm os pensamentos: Será que ela não pensa nem um pouquinho em mim? Será que um dia voltaremos? Onde ela estará agora? Fazendo o que?
Sinto te informar que a fila para ela já andou e nem se ela olhar para trás consegue te enxergar mais. Tem um ditado que diz: “Mulher é que nem macaco, só larga um galho quando já está seguro em outro.” Pode até ser que ela não estava com alguém em vista quando te largou, mas esteja certo que depois de um pequeno luto de pouquíssimos dias ela já se encontrou. Na farra com amigas que só querem curtição, ou de repente está dando uma chance àquele carinha que sempre a chavecou quando ela estava com você. Agora ela é livre e vai se aproveitar disso. Tenha certeza e faça o mesmo, mas sem competição, pois não adianta você passar na frente dela nem com a garota da capa da Playboy, pois ela já desencanou de você.

8 – Não queira saber nada sobre ela.

Essa dica não é igual às outras. Quando falo em não saber de nada é realmente não querer saber nem se ela ainda respira. Qualquer informação, por menor que seja, vai te deixar para baixo.

Esse processo de fim de relacionamento é lento e demorado, tenha isso em mente. Não estrague tudo tendo recaídas. Se a vir em algum lugar, vire para o outro lado, se alguém vier te falar alguma coisa sobre ela, seja objetivo e diga que realmente não quer saber. Se você tem filhos juntos, é bem mais complicado, mas todas essas dicas também se aplicam a você.

9 – Caso ela te procure.

Sim, isso pode acontecer, mas não fique tão esperançoso. Existem muitas possibilidades: ela pode estar querendo algo, mas não necessariamente voltar para você. Pode ser uma recaída momentânea, pode ser que queira testar se ainda gosta de você para dar continuidade ao novo namoro. Isso é difícil definir, mas tenha em mente que se ainda gosta muito dela, você está totalmente desprotegido e inseguro. Basta um estalar de dedos para você implorar para ela voltar. Aí, me caro, você se ferrou mesmo! Ela vai ter a clara noção de que o tem em mãos e aí vira uma marionete.

Ela não voltará mesmo que quisesse, pois para ela, você é um fraco e um reserva. Vai continuar com a vida de libertinagens e sabendo que tem um plano B, caso as coisas não saiam como ela queira.

Se acontecer dessa ingrata te procurar, ignore ou seja curto direto e seguro, mas sem ofensas. Fale somente o básico do básico e demonstre que está bem. Isso não fará ela se apaixonar de novo por você, mas será de grande valia lá na frente quando você puxar pela memória e ver que não aprontou nenhum barraco com ela.

10 – Cuide de você.

academia

Tenho um amigo dono de academia que me disse certa vez que 90% das mulheres que começam a frequentar academias estão recém separadas. Isso quer dizer que elas correm atrás do prejuízo.

Ficou com você certo tempo e pode ser que você a ache a mulher mais gostosa do mundo, para ela não está bom. Elas se cuidam mesmo, seja academias, salão, auto ajuda, yoga, lado profissional, não importa, a mulher é diferente de nós. Enquanto ficamos mofando em casa ou no bar com nossos amigos falando abobrinhas, elas estão indo atrás, e essa mudança não é para você.

Então o que você fará? Vai ficar deixando a vida te levar? Nem preciso dizer que você está um trapo. Se não se cuidava com ela, imagine agora?

Bem amigo, tenho uma boa notícia. Essa é a hora de você sair da mesmice. São nessas horas que criamos força de vontade para novos desafios. Talvez no começo você esteja desmotivado, mas depois de um tempo vai ver que aparecerá disposição, pouca mas haverá. Aí é a hora de você sair do lugar comum: compre um tênis novo, corra, entre em uma academia e com certeza se sentirá melhor.

Parece papo de auto ajuda, mas acontece de verdade. Você também pode fazer um curso diferente. De dança, culinária, enfim, alguma coisa que o deixe com a mente um pouco mais ocupada.

11 – Cultive novos hábitos.

Tá certo, sei que essa conversa de incentivá-lo a adquirir novos hábitos é clichê, só que para superar o penoso fim do relacionamento, passar por essa fase é importantíssimo.

Você estava vivendo uma vida ao lado de alguém e estava se sentindo bem, agora está sem essa pessoa e se sentindo mal, isso foi uma mudança de hábitos. Na vida não podemos esperar sempre a felicidade permanente, isso nem existe. A felicidade plena só vem logo depois de você ter vivido uma grande frustração. Como saber o que é bom se não experimentou o ruim? A vida é feita de altos e baixos, a linha reta do eletrocardiograma é a morte, por isso temos que viver com uma certeza: quem não está preparado para mudanças, não está preparado para viver.

Com certeza você não está se sentindo bem com essa nova fase, tudo agora parece novo e estranho, temos naturalmente medo do novo e do estranho, mas uma vez que essa fase não é boa, temos que virar a página e buscar algo que nos faça sentirmos vivos e produtivos novamente. Como se faz isso? Cultivando novos hábitos… Tente fazer o que quer se seja de uma maneira diferente, siga por outra estrada nunca usada antes. Faça alguma coisa extravagante para variar e ver se gosta. Só não enfie o pé na jaca, porque aí é regressão… Nada de sair por aí pegando todas, indo todos os dias para baladas e se sentindo o “fodão”, por que daqui a pouco isso tudo se voltará contra você, pode acreditar. Mudanças de hábitos saudáveis, não se esqueça. Cada um tem que buscar lá no seu íntimo o que pode ser essa mudança.

12 – Saia dessa vida.

Se você ficou meio que sozinho durante todo esse processo, meus parabéns, você é um cara de personalidade forte. Se pegou algumas no meio do caminho e fez delas um mero objeto, você é um mal caráter mesmo, mas dá para te dar um desconto… Bom, nessa fase você já está apto a ir à caça. Se não virou boiola, ou se não fez muita besteira durante todo esse tempo, então nada mais te impede de conhecer outra pessoa. Sua ex provavelmente já fez tudo o que tinha direito (e até algo mais) e não é possível que você ainda alimente esperanças com ela. Se de repente você procurá-la pode até rolar uns “flasback”, mas e aí? Vai querer isso para sua vida de novo?

Saia dessa vida, vá procurar um novo troféu, se acha que não consegue coisa melhor que sua ex, pense assim: se consegui namorar com “aquilo”, posso muito bem conseguir coisa melhor. É simplório, mas eficaz.

E uma dica, esse papo de que só se supera um amor com outro, esqueça… Isso só funciona com mulheres. Para esquecer sua ex, arranje uma bem mais gostosa que ela, pode não esquecer totalmente, mas te fará um bem danado.

13 – Superação

superação

Não sou pessimista, sou um cara realista. Para mim a superação nunca se faz completa. Dizer que superou uma traição, uma dor de amor, uma decepção ou alguma coisa que o fez sofrer é o mesmo que dizer que se esqueceu de como se faz amor… Não esquecemos, não superamos por completo, é fato. O que aprendemos na verdade é viver uma outra vida onde aquela pessoa não está mais presente. Claro que vamos ter novas alegrias e outros momentos bons. Nossa mente se adapta a qualquer circunstância, o coração não totalmente. Sempre pensaremos: Tomara que aquela ingrata se dê mal… Espero encontrá-la feia, gorda e arrependida por me deixar… Coisas desse tipo. Quem disser que não pensa assim é um hipocrita. Quem fica não deseja que o outro tenha sorte.

Mas superamos de outras maneiras. Aprendemos com os erros e com as coisinhas que acertamos as vezes. Deus fecha uma porta e abre um porteira. Um dia olharemos para o passado e pensaremos: se eu pudesse voltar ao tempo e sentar com aquele cara que estava sofrendo tanto lá atrás, eu diria para ele o seguinte: “Meu amigo, viva essa fase como uma provação quase que Divina, é um mal que se tornará necessário para o resto de sua vida!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *